sábado, maio 28, 2011

C.S.

Eu lembre exatamente o momento que te encontrei, só não sei porque teve que ser você.
Eu lembro exatamente porque te encontrei, só não sei porque foi você.
Eu não sei porque te amei, mas tinha que ser você.

Nesse momento eu queria fazer uma prece, um pedido, queria realizar meus sonhos, queria parar de somente sonhar contigo, queria te ter comigo, esse não é simples pedido.
Esse pedido não vem por meio de uma menina, de uma moça, de uma mulher, vem do coração de quem ama.
Não adianta, já não cabe mais em mim, é amor, e não é tão simples assim.
Nunca te toquei, te abracei, te senti, sua voz tão pouco ouvi. Te vê por fotos e não pode dizer, que o tempo não te envelhece, não te deixa feio, não te muda, só te torna mais perfeito para mim.
Dizer-te que não sei o que sinto em mim, que é paixão? não sei, amor? não faço idéia.
É muito mais forte do que imaginava poder sentir, é algo que nunca senti. Mas que sei que não sentes por mim. E me dói saber com tanta certeza assim.
Eu queria te ter aqui, agora, e já me bastava uma vida inteira, já fazia todo o sentindo.
Eu tenho felicidade, carrego esperanças, levo sonhos e realizo, mas quando o assunto é você nada faz sentindo. Porque de que adianta ter tudo isso? quando penso em você não faz sentindo.
Você não sabe agora, mas já soube um dia. Anos passaram e meses que simplesmente não fala mais comigo.
Poderia ao menos me dizer o quanto está bem? E eu te diria o quanto sinto tua falta, brigas, risos, e uma intimidade sem fim.
Certeza que você mudou, por que eu mudei, e queria te falar o quanto mudei, o quanto vivi, que fiz tudo que vc já tinha me falado para fazer.
Eu não sei porque, mas o que sinto por você não passa não para dentro de mim e eu queria te ter aqui comigo.
Por isso faço uma prece em pedido há um grande amigo, meu coração, peço para que ou tire de mim isso aqui de dentro esse sentimento que não tem nome nem destino, mas tem dono e não está comigo. Ou peço que por favor traga o dono dele para mim, por que eu nunca senti nada assim!

sexta-feira, maio 20, 2011

Atitudes não são contratos!

Eu não me tornei uma pessoa fria, pelo contrario, hoje eu dou mais amor, mas para quem me dá amor!