quinta-feira, julho 22, 2010

Quando ela bate a minha porta

Queria eu ter forças para enfrentar esse mundo de cabeça erguida,
Queria eu saber praticar tudo aquilo que desejo as pessoas como: força,
determinação, sabedoria, entre outras coisas.
Não sei explicar se é só comigo, mas sou o tipo de pessoa que apoia amigos,
irmãos, sempre falando coisas bonitas, dando palavras de apoio. Mas eu mesmo não sei me apoiar.
As vezes a tristeza me bate a porta e isso tem acontecido constantemente eu a deixo entrar, deixo ela tomar conta e se torna presente.
E ai no meio da tristeza surge aqueles pensamentos ruins, que nos machucam, surgem aqueles sentimentos de que se está sozinha, de que você não tem um ombro para se apoiar.
E no fim do dia quando a gente se deita, a gente para esquecer, para colocar tudo pra fora.
E quando menos imaginamos o sol surge, surge para dizer que um novo dia começou, e temos dessa vez a chance de torna esse dia melhor, e aquela fraqueza as vezes vai, mas as volta.
Mas saber lidar com essa fraqueza tomada de tristeza só depende de nós.
Depende de nós sabemos se a queremos presente ou se a queremos bem longe!
E um dia eu aprendendo a torna as palavras ditas para os outros presentes em minha vida, um dia eu aprendo a me apoiar.

terça-feira, julho 20, 2010

Rafael!

Já faz tanto tempo, eu me lembro do primeiro momento em que meus sentimentos estavam certos.
Há tempos pensei ter me enganado, mas hoje foi como se tivesse voltado.
Não tudo, por completo, mas uma parte daquele sentimento que antes era tão pouco, tão bobo.
Por um tempo nos separamos e então nos reencontramos, não foi de primeira que nos tornamos melhores amigos, mas quando voltamos a ser quem éramos antes, tão juntos, tão amigos, tão presentes um com o outro. Vimos que voltava a existir uma amizade segura, uma amizade que talvez não seja eterna, mas que nunca esquecerei.
Passamos por um momento de separação digo que nunca chorei tanto como nesse momento que vi que não mais estaríamos juntos mas voltamos com o tempo nos unimos.
Hoje te chamo de amigo, irmão. Meu companheiro sempre.
Não sei onde a vida irá nos levar nem o caminho que iremos percorrer, mas gostaria de aproveitar cada momento ao teu lado.
E talvez um dia não mas estaremos juntos como antes, não gosto de pensar nesse momento, pois hoje sou muito dependente de você.
E não consigo imaginar uma vida sem você do meu lado para acompanhar minhas loucuras e me por no lugar.
Eu amo você, amo muito. Um amor puro mais do que de irmãos, mais do que de amigos ou sei lá de que. Um amor sem explicação.
Meu amigo, irmão, companheiro. Não esquecerei nunca cada momento, e prometo que irei aproveitar todos esses momentos que ainda viram como se cada um fosse o último!
Dizem que amizade entre homem e mulher não existe, mas se realmente não existir, digo que o nosso não é só amizade então. É UM AMOR QUE NUNCA ACABA.

sábado, julho 17, 2010

Pensamentos!

Não sei fazer frases bonitas, nem encontrar palavras perfeitas.
Não nasci para ser poeta, nem tenho capacidade para isso.
Escrevo o que me vem na mente, o que vem do coração.
No final tudo se resume no que prefiro chamar de pensamentos.
Trago dentro de mim sonhos, certezas e possibilidades.
Carrego comigo sentimentos bons que prefiro multiplicar, e os ruins dividir.
Talvez um dia aprenda realmente o sentido de tudo que escrevo,
Ou só talvez tudo fique entrelinhas, mal definidos.
Faço o que me faz bem, o que me tira angustias e me traz prazer.
Carrego comigo a vontade do mundo e deixo de lado aquilo que prefiro não expressar,
Levo dentro de mim o que me permito definir nem que seja do meu modo.

quarta-feira, julho 14, 2010

Muitas vezes ... !

As vezes eu me sinto perdida, procurando um caminho ou uma direcção.
As vezes me sinto sozinha, procurando um amigo ou uma mão.
As vezes me sinto vazia, de sentimentos e de emoção.
As vezes procuro certezas, que dentro de mim não estará.
As vezes busco sonhos, com asas batendo e os pés no chão.
As vezes sou meio duvidosa, sobre o amor e a paixão.
As vezes procuro caminhos, que me afastem do sofrer e da solidão.
E muitas vezes estou aqui, escrevendo sem ter nenhuma razão!

segunda-feira, julho 12, 2010

És doce pecador!

Voas, voas como passarinho e encanta a quem te ver.

Voas como homem, como pássaro que és.

Sabes encantar, mostra teu pranto e nos consome de amor , és ainda humano, poucos te olham com verdade, procuram nele certeza de gente determinada, encontram duvidas de jovem aprendiz.

És doce, ameno e amargo mas também é pecado.

É sorriso que encanta, é a voz que soas em meu ouvido com o respirar quente e um doce arrepio.

És amor, és desejo, és um leve palpitar do coração!

terça-feira, julho 06, 2010

Um Lugar melhor

Daqui de onde estou eu posso vê um mundo diferente,
posso vê uma criança correr com uma bola na mão, posso vê uma menina
emprestando sua boneca, posso vê pessoas com um coração pelo qual só se vê coisas boas.
Daqui de onde estou o arco-íris nunca acaba, e a tristeza nunca chega.
Daqui crianças não passam fome, e tem bons lares e nunca lhes falta comida na mesa.
De onde vejo tudo isso sinto que o amor é sincero, que não há pessoas de sentimentos
ruins e cheios de maldade no coração.
Daqui mães e pais são unidos e nunca estão ausentes para suas crianças.
Há daqui eu posso vê negros, brancos e mestiços unidos sem nenhuma forma de preconceito.
Daqui posso vê presídios vários, pessoas empregadas, crianças felizes.
Daqui nada falta, nem a felicidade, nem a esperança.
Daqui matas, árvores, e flores estão lindas, as florestas verdinhas, e nem um pedacinho lhes falta.
Daqui animais não são comida, nem são vendidos, aqui no máximo são adotados e jamais são mal tratados, pois aqui o respeito é igual para todos!

Daqui onde eu queria vê tudo isso eu tenho um sentimento bom, de esperanças de que tudo que sonhei se torne um dia verdade, que não exista maldade, nem mal tratos, que crianças sejam felizes, e que o mundo seja um lugar melhor para se viver!

quinta-feira, julho 01, 2010

Não viva em vão!

Somos apaixonados, somos encantadores, somos sonhadores,
Somos filhos, amigos, irmãos,
Somos sobrinhos, tios até avós!
Somos tudo que a vida nos permiti ser, somos muito mais do que
realmente deveriamos ser, ou menos de tudo que queriamos ser.
Somos vidas com destinos diferentes, alguns objetivos iguais,
somos todos caminhantes em busca de realizações.
E as vezes esquecemos que somos vitóriosos de ter chegado até aqui.
Somos dilema, poemas e canções.
Eternos desconfiados do amanhã.
Somos curiosos pelo futuro.
E talvez um dia seremos tudo aquilo que realmente queremos ser só depende
de nós buscar quem realmente somos!